Assessoria de Imprensa: o que é, como fazer, como e por que contratar?

Ter um serviço especializado de Assessoria de Imprensa é fundamental para potencializar a imagem de uma marca na mídia

Assessoria de Imprensa

Uma grande curiosidade: o que um assessor de imprensa faz? Por diversas vezes me perguntam: o que você faz mesmo? Até pessoas da minha família, ou círculo de amigos, têm muitas dúvidas sobre o que realmente eu faço. Minha mãe, por exemplo, não deve saber, até hoje, como é o meu dia a dia, risos.  Por muitas vezes uma matéria é publicada de clientes que assessoro e as pessoas me perguntam “que reportagem legal, quanto custou?” ou “pode pedir para o jornalista trocar essa palavra ou retirar tal coisa”. Não custou nada e não, não posso pedir para ele trocar tal frase.

Para quem não está envolvido, imagino que realmente seja difícil entender o que o assessor de imprensa ou profissional de Relações Públicas faz.

O que é assessoria de imprensa?

Em linhas gerais assessoria de imprensa é um braço da área de comunicação e marketing das empresas, que visa à conquista de mídia espontânea por meio do relacionamento entre empresas (ou marcas) e jornalistas de veículos de comunicação. Entende-se mídia espontânea como antônimo de anúncio ou mídia paga. Assessoria de imprensa é uma atividade que surgiu no início do século XX, nos Estados Unidos. A finalidade era – e ainda é – estabelecer um diálogo entre as instituições e o grande público, humanizar as relações e promover a transparência.

À época, o grupo Rockefeller tinha sua imagem muito abalada pela forma de fazer negócios e de tratar seus funcionários e chamou Ivy Lee, um famoso jornalista – precursor das relações públicas modernas – para intermediar as relações com a imprensa. Desde então, muito mudou nas relações de trabalho e na imprensa, mas a necessidade do diálogo continua a mesma.

Como fazer um bom trabalho de assessor de imprensa?

Leitura. Sim, é fundamental para que um bom trabalho aconteça. O assessor precisa, antes de mais nada, estar antenado a tudo que acontece: economia, cotidiano, finanças, tecnologia e, especialmente, antenado aos setores em que seus clientes circulam, para que consiga ter ideia de pauta e fale a língua do mercado. Mergulhe a fundo no segmento em que seu cliente navega, sua história, seus diferenciais frentes aos concorrentes, só assim será possível criar um planejamento de comunicação com à mídia eficaz.

Conheça o veículo que enviará cada pauta, isso é fundamental. Você sabe que determinada publicação mantém uma coluna sobre tecnologia, por exemplo. Quando seu cliente lança alguma iniciativa nesse sentido, você logo pensa que a pauta poderia se encaixar naquela coluna e consegue conversar com o jornalista com muito mais propriedade.

Por outro lado, quando um jornalista percebe que você está tentando vender uma pauta erroneamente, ou seja, desconhece totalmente o veículo, ele pode ignorar a informação. E, mais do que isso, pode ser um tiro no pé, pois você fica marcado como o assessor “sem noção”.

Qual é o momento para contratar uma assessoria de imprensa?

Errado pensar que a empresa precisa primeiro investir em ações de marketing digital ou inbound marketing para depois ativar o trabalho de assessoria de imprensa, até porque esses serviços são complementares, um dá força para o outro. Logo, a empresa precisa ter os requisitos básicos de navegação e um bom plano de negócios para que o assessor possa ter ideia do que vai comunicar.

Muito assessor de imprensa fica esperando seu cliente bater à porta com notícias, mas um bom profissional é aquele que se antecede, sugere pautas que se encaixam a um determinado veículo e por aí vai, gera-se resultado, posicionamento de marca.

Por que contratar?

Ainda pouco usufruído no segmento de imprensa, o modelo de success fee – remuneração por resultado – é um grande diferencial de agências ou profissionais de assessoria de imprensa que o aplicam. Dá para provar que o trabalho vale a pena rapidamente e, consequentemente, pagar por tal resultado. Logo, é mais fácil responder o porquê contratar, pois provará resultados assertivos em um curto período.

Conclusão

Procure assessorias de imprensa nichadas, ou seja, especializada no segmento de sua empresa, aquela que não atende todo e qualquer segmento do mercado.

Juliana Garcia é Sócia e Diretora na IDEIACOMM.

Compartilhe este conteúdo

Talvez essas publicações também te interessem!

ÚLTIMOS CONTEÚDOS

Categorias

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS