A propagação de fake news em época de pandemia

Com o aumento de casos de coronavírus, ter cautela no compartilhamento de notícias é fundamental

A propagação de fake news em época de pandemia

Ontem, completamos um mês do primeiro caso de COVID-19 no Brasil. Desde então, o vírus tem se espalhado, mobilizando Governos de todo o país e a sociedade a tomar medidas drásticas de prevenção. Não bastasse esse cenário caótico, estamos lidando com uma série de fake news sobre o tema, que torna o coronavírus ainda mais preocupante.

Questões como a eficácias dos métodos de higiene e de isolamento, remédios milagrosos que apresentam a cura para a doença, medidas de prevenção falhas, como a utilização de utensílios domésticos, a ineficácia da vacina contra a gripe que, supostamente, torna o organismo mais sensível ao COVID-19, entre outros, são compartilhados diariamente por aplicativos como o Facebook e WhatsApp.

Diante deste cenário, para conseguir combater a doença e as fake news a sua volta, acredito que é essencial ter cautela com a publicação e o compartilhamento de notícias, evitando que mais pessoas tenham a sensação errônea da real situação do coronavírus. Além disso, busque sempre as melhores práticas ao compartilhar algo que tenha visto na internet.

Tenha responsabilidade com o compartilhamento de notícias

Parece até clichê, no entanto, é importante ressaltar que, ao receber qualquer notícia – seja ela duvidosa ou não – devemos buscar por mais fontes que digam o mesmo sobre o assunto. Esse, certamente é o primeiro passo para evitar que você caia em uma fake news.

Outro ponto fundamental é conferir a URL da notícia recebida. Busque sempre se informar por canais jornalísticos de credibilidade, que levam a geração de conteúdo a sério. Dispense informações de sites desconhecidos, pois, provavelmente, você está diante de uma fake news. Alguns exemplos de veículos altamente confiáveis:

• Agência Brasil;

• Folha de S. Paulo;

• Forbes;

• Estado de S. Paulo;

• Exame;

• IstoÉ;

• O Globo;

• UOL;

• Valor Econômico.

Além disso, cuidado com o compartilhamento desenfreado de notícias nos grupos de WhatsApp. Não há como negar o quão importante essa ferramenta é para a nossa comunicação. Entretanto, ela também é uma “arma” perigosa na propagação de notícias falsas.

Em tempos de pandemia, o ideal é manter a calma

Sim, estamos passando por um momento extremamente difícil. Nossa saúde física e mental está sendo afetada, nossos relacionamentos interpessoais, nossos trabalhos, lazer, etc. No entanto, como em qualquer situação de crise, o mais importante é manter a calma. Esteja sempre bem informado, mas também se cerque de notícias otimistas, tente ver um lado positivo diante de todo o caos. Essa é uma prática essencial para manter nossa estabilidade psicológica.

Por fim, faço um pedido pessoal a você que acompanha o nosso blog. Se puder, fique em casa! Evite ao máximo aglomerações e o contato físico com outras pessoas. O vírus é extremamente contagioso, sendo assim, temos o dever como sociedade de desacelerar a sua propagação. Para você que está realizando suas atividades corporativas, não deixe de conferir nossa reflexão sobre o home office.

No mais, até que consigamos superar o COVID-19, mantenha suas mãos sempre limpas e compartilhe apenas notícias que você saiba a procedência.

Ketheleen Oliveira é Assessora de Imprensa na IDEIACOMM.

Compartilhe este conteúdo

Talvez essas publicações também te interessem!

ÚLTIMOS CONTEÚDOS

Categorias

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS