3 dicas para distinguir informações reais de fake news   

3-dicas-para-distinguir-informações-reais-de-fake-news

Apesar de parecer complexo, é muito simples agir para não ser vítima e denunciar notícias falsas que surgem. Abaixo, apresento três dicas de como proceder  

Não é novidade que a tecnologia cresceu de forma exponencial nos últimos anos. Com tamanha evolução, o acesso às informações aumentou como nunca. Em contrapartida, em nenhum momento tivemos precedente de tantas notícias falsas e mentirosas espalhadas especialmente pelos meios digitais. 

As fake news, ou simplesmente notícias falsas, se propagam através do compartilhamento deliberado e inconsequente de desinformação ou boatos sem apuração de quem as divulga e sem o menor compromisso com a verdade, que é cláusula pétrea do jornalismo. 

Por isso, cada vez mais jornalistas de todas as áreas de atuação precisam estar alertas para serem mais precisos e assertivos em suas apurações e publicações. Afinal, em diversas ocasiões, essas mentiras são contadas com a finalidade de prejudicar a reputação de alguma instituição ou indivíduo em detrimento de favorecer outrem.   

Nos momentos mais críticos da pandemia, por exemplo, foram incontáveis as notícias falsas propagadas. E o estrago foi enorme, visto que acabou por resultar em milhares de pessoas contaminadas pela Covid 19. Portanto, é de suma importância saber se o conteúdo que está tendo acesso tem procedência verídica.  Porém, como distinguir a realidade das capciosas e perigosas fake news? Abaixo, enumero algumas dicas simples que podem ajudar não ser vítima e nem espalhar essas inverdades. 

1. Questione sempre antes de compartilhar  

Parece até complexo, mas, na verdade, é muito simples combater e não cair nesse tipo de armadilha. De acordo com especialistas, a principal dica é questionar a notícia. Muitas vezes, acreditamos logo de cara naquilo que recebemos, geralmente por se tratar de um assunto que nos interessa. Via de regra, se algo aparentar ser bom demais para ser verdade, são grandes as chances de ser mentira. Portanto, é fundamental questionar a notícia, e só passar adiante caso tenha total certeza da veracidade daquele conteúdo.  

2. Checar a informação em mais de uma fonte  

Outra medida que pode ajudar a combater fake news é algo que jornalistas estão super acostumados a fazer: cruzar informações em diversas fontes. Basicamente, consiste em buscar informações referentes ao tema da notícia em questão em veículos de comunicação confiáveis e com credibilidade. Use o buscador dos portais online, procure por aquela notícia, e confira se foi publicado ou não.   

3. Busque por agências de verificação de fatos  

Dado o enorme crescimento na distribuição de notícias falsas, muitos veículos optaram por criar setores que trabalham exclusivamente na verificação de fatos. Essas agências têm se tornado cada vez mais importantes para combater a desinformação online, visto que podem ser pautadas pelos próprios leitores, que sugerem temas para serem conferidos.  Agências como Aos Fatos, Fato ou Fake e a FactCheck.org podem ser aliados importantes.  

 Além das dicas elencadas acima, existem muitas outras que podem ser super úteis e válidas. Portanto, é importante salientar que o combate às fake news é uma pauta coletiva, de interesse público, e não são só os jornalistas devem se atentar e agirem contra. Todos nós podemos e devemos colaborar.   

Victor Ferreira é Assessor de Imprensa na IDEIACOMM. 

Compartilhe este conteúdo

Talvez essas publicações também te interessem!

ÚLTIMOS CONTEÚDOS

Categorias

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS