Técnicas de Assessoria de Imprensa: o que todo assessor deve saber?

Técnicas de Assessoria de Imprensa: o que todo assessor deve saber?

Desenvolver boas estratégias e ter, sobretudo, o “feeling” durante as ações cotidianas é fundamental para o sucesso de um profissional de assessoria

O trabalho de Assessoria de Imprensa vem ganhando força na medida que as empresas enxergam na atividade uma maneira de fortalecer sua imagem perante o público e gerar mais visibilidade e engajamento. Não à toa, o avanço da transformação digital tem mostrado a necessidade de investimento das organizações em diferentes frentes do marketing e da comunicação, seja por iniciativas de inbound marketing, social media, content branding e, mesmo, o trabalho de relações públicas.

Sem dúvidas, a assessoria de imprensa faz parte de uma cadeia da comunicação que deve ser considerada, inclusive, pelas pequenas empresas, que querem expandir seus negócios de maneira orgânica, chamando para si seu público-alvo. É importante reforçar, no entanto, que o trabalho de PR (Public Relations) é um processo gradativo e que não gera novos negócios a curto prazo. Entretanto, a construção da marca por meio da assessoria de imprensa se mostra uma ferramenta essencial para posicioná-la como especialista em sua área de atuação e no mercado como um todo.

Como conquistar bons resultados?

Aos profissionais da área, definir algumas estratégias e técnicas se torna indispensável. Afinal, são essas ações, junto de diversos outros fatores, que determinarão o sucesso do trabalho de divulgação da empresa por meio da assessoria de imprensa. É claro que o projeto depende do contato e aceite de pautas pelos jornalistas e, principalmente, de uma parceria com a empresa contratante no fornecimento e disponibilidade de novas pautas. No entanto, ao assessor, é necessário ter, sobretudo, o feeling em suas atividades cotidianas, como, por exemplo:

  •  Definir o que é pauta: mesmo que esse levantamento, muitas vezes, é feito em conjunto com a empresa assessorada, cabe ao profissional de relações públicas verificar previamente se aquele assunto tem aderência à imprensa. Afinal, insistir em produções que não tenham o conhecido “gancho noticioso” gera trabalho excessivo na produção e divulgação do material;
  • Ser assertivo na escolha das editorias: provavelmente, esse item é o mais importante no trabalho de assessoria de imprensa. Isso porque, quando estiver trabalhando uma pauta, é essencial que os jornalistas de redação que cobrem aquele assunto recebam a pauta, e não jornalistas de outros segmentos. Por exemplo, ao trabalhar uma pauta sobre ESG (Environmental, Social and Governance, que em tradução para o português significa: sustentabilidade ambiental, social e de governança corporativa), é fundamental que apenas jornalistas dessa editoria tenham acesso à sugestão;
  • Persistir, mas não insistir: é fato que as redações estão enxutas, de modo que os jornalistas seguem, cada vez mais, acumulando funções. Nesse sentido, ao sugerir uma pauta, levando em consideração os dois últimos itens, faça os follow-ups, mas caso não tenha retorno, considere sugerir para outros canais. Afinal, muitas vezes sem tempo, os jornalistas acabam respondendo que não há interesse naquela sugestão.

Trabalho a quatro mãos

Por fim, reforço que qualquer trabalho de assessoria de imprensa só terá o sucesso desejado se houver colaboração entre a empresa contratante e a agência de comunicação. Ou seja, é fundamental que o profissional de assessoria se aprofunde no negócio de seu cliente, conheça todas as frentes e serviços/produtos ofertados para ter mais clareza sobre as estratégias a serem desenvolvidas e, como isso, abordar os diversos temas na mídia.

Além disso, ao cliente, fica o desafio de sempre se colocar à disposição da agência contratada, oferecendo as pautas e insumos necessários para que boas pautas possam ser emplacadas nos veículos jornalísticos.

Ketheleen Oliveira é Líder de Assessoria de Imprensa na IDEIACOMM.

Compartilhe este conteúdo

Talvez essas publicações também te interessem!

ÚLTIMOS CONTEÚDOS

Categorias

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS