Empreender durante a pandemia e no “pré novo” normal

Com o surto de coronavírus que tem afetado toda a esfera econômica, o empreendedor precisa se reinventar e, principalmente, o modelo de seu negócio

Empreender durante a pandemia e no “pré novo” normal

No mês que eu completo 34 anos de idade – empreendendo na mesma empresa desde os 26 – já vi muita água passar debaixo da ponte. Comecei sozinha, me juntei a uma sociedade, me desfiz da sociedade, contratei funcionários, terceiros, fornecedores, aluguei escritório, migrei para escritório compartilhado, trabalho home office, tive ganhos e prejuízos e o saldo disso tudo é que valeu a pena cada momento ao longo desses 8 anos. Agora, em que vivemos o momento mais desafiador da nossa história, o qual a crise global que assola muitos segmentos de mercado, também chegou na nossa casa.

E, nesse momento, o que fazer? Já bateu desespero, já teve choro, momentos de tristeza e de pensar “e se” a crise ocasionada pelo novo coronavírus não tivesse chegado. Mas o “e se” não entra em campo! Quem continua entrando em campo diariamente é a coragem. Coragem para ter um planejamento, mesmo em tempos de crise, coragem para não suspender seus sonhos, apenas colocá-los em stand by por alguns meses, pois isso vai passar. Coragem para continuar apostando no seu time, acalmando-os e trazendo boas inspirações, afinal, o que seria de mim sem eles: Bianca, Keth e Fábio. Não seria nada, sem equipe, o empreendedor não é nada.

E todos os clichês vale nesse trecho: como: “sairemos mais fortes depois que tudo isso passar”, “entraremos em um novo período e estamos nos preparando para avançar”, essas e outras motivações são extremamente válidas para esse momento, afinal, pensamento positivo e esperança nos fazem acordar e querer sair da cama todos os dias.

Muitos falam de como será o mundo pós pandemia, mas como saber realmente se ainda estamos na pandemia?! Muitos também falam que não devemos parar nem por um minuto sequer, que devemos aproveitar esse tempo para revermos nosso business plan, nos reinventarmos, praticar exercícios, ler livros e assistir a filmes que nos abram a cabeça. Sim, tudo isso é importante, mas o mais importante é “seja você, empreendedor”. Se está cansado de ensinamentos publicados em redes sociais, dê um tempo para você, não faça nada. Isso também vai te ajudar a passar mais forte por esse momento.

Estamos vivendo um período nebuloso, afinal, no Brasil, até os dias atuais o total de mortos por Covid-19 equivale a três 11 de setembro, 139 aviões da Chapecoense, 40 boates Kiss, 13 vezes os mortos por dengue (em 2019). Precisamos do ócio, em certos momentos, para simplesmente não fazer nada. Medite, crie bons hábitos ao invés de agir segundo os ensinamentos do Instagram, o momento realmente é difícil e exige muito de todos nós.

Ao longo de oito anos empreendendo já pude passar por muita coisa, mas o essencial, aos meus olhos, é não desistir nunca. Procure rios tranquilos em meio a mares agitados, sim, existem alguns segmentos que sua empresa pode ser extremamente útil em tempos de pandemia. Pense, reflita. Tenho certeza de que você achará o caminho. Voltaremos a brilhar!

 

Juliana Garcia é Sócia e Diretora na IDEIACOMM.

Compartilhe este conteúdo

Talvez essas publicações também te interessem!

ÚLTIMOS CONTEÚDOS

Categorias

SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS